segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Quitanda, o novo “sacolão” da Vila Madalena

por Dal Marcondes

Dia destes fui almoçar com um amigo no charmoso restaurante aberto junto com o “Quitanda”, que está funcionando a poucas semanas onde era o “Sacolão da Vila Madalena”. Um lugar especial, com produtos diversificados e de excelente qualidade. Para mim, que sou vizinho, uma “mão na roda”. Mas voltando ao meu amigo, ele é jornalista e publicitário, seu nome é Rogério Ruschel e ele mora da Granja Viana, para onde fugiram alguns paulistanos em busca de qualidade de vida. Nossa avaliação é que um comércio como este traz bons pontos à qualidade de vida de seu entorno, por proporcionar um espaço muito nobre de convivência.


Conversa vai, conversa vem, me lembrei do período em que morei em Santos, próximo à avenida Ana Costa, onde haviam vários cinemas. Todas as quartas à noite ia com minhas duas filhas adolescentes ver algum filme. Um dia saiu uma notícia no jornal “A Tribuna” dizendo que os cinemas iam fechar. Nos dias seguintes era tema de conversas entre as pessoas na praia, na padaria, onde quer que fosse. O mote das conversas esta sempre o mesmo: “Quer absurdo fechar os cinemas da Ana Costa”.


Eu quase que invariavelmente perguntava: “Você freqüenta?”, “quando foi a última vez que você foi a um cinema da Ana Costa?”. As respostas eram vagas, algo como: “Ando sem tempo”. Bom, os cinemas fecharam por falta de público. Porque empresários precisam ter o retorno de seu capital e porque a sociedade precisa mostrar que valoriza algumas iniciativas para que elas se mantenham prestando serviços à própria sociedade. O local onde era o Cine Indaiá pode ser visto na foto acima.


Mas indo diretamente ao ponto: Não sei quem é o dono da Quitanda que se instalou na Vila Madalena. Mas sei que gostei do que ela me oferece como morador. Não é mais um barzinho barulhento. Pelo contrário, é um empreendimento de extremo bom gosto. Portanto, já estou freqüentando, ao contrário do antigo sacolão, cuja decadência e deterioração afastou o público.


Vale a pena conhecer!

2 comentários:

Ruschel disse...

Dal,
além da famosa "comida honesta" no Quitanda, que provei contigo semana passada, posso garantir aos teus leitores que as frutas têm o mesmo padrão de qualidade da Frutaria do centrinho da Granja Viana (que são mais caras, mas lindonas e duram até 4 dias sem "perder o vinco" e sem estragar). Além disso tem uma pequena adega onde é possivel encontrar bons chilenos Malbec abaixo da safra 2005, cabernets argentinos mais recentes prá quem gosta e até mesmo algumas garrafas do siciliano Corvo por um preço bastante razoável.
Espero que o novo "sacolão" da Vila Madalena não termine como os cinemas de Santos!
Abs, Rogerio Ruschel

Driquinha disse...

realmente o "Quitanda" é um espaço prazeroso de se fazer o sacolão da semana! espero que dure bastante e que comece a incrementar as possibilidades de compras, como o delivery ou mesmo online, seria ótimo!
fica aí minha sugestão.
beijos, Adriana